João Batista Silva
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Esmeralda
Esmeralda...
A mais linda das pedras!
Impossível desconhecer sua preciosidade!
Límpida, esverdeada, cristalina,
Em muitas vezes
Merecedora de serenidades especiais,
Representando as riquezas minerais.
Aplausível em muitos séculos
Continentes, países e cidades.

A pedra das aclamações
De muitos e muitos olhares.
Independente que seja a pérola,
De olhares que muitos olharam,
Nenhuma outra brilhou tanto...
Assim despertou em mim...

Compromissos paternais explícitos.
A pérola que mais desejei...
Homenagem a você, mulher,
Nesta vida que Deus nos deu,
Unicamente aos filhos seus.
Consorciar-se com a pedra que ganhei,
A esmeralda que tanto sonhei!

Com outras pedras não foi bem assim,
Nada especial despertaram em mim,
Emoções, saudades, um ombro amigo,
Noites escuras, o brilho intensifica,
De um lado, no dedo, a pedra do segredo,
Que tanto vejo...
        A esmeralda que foi meu desejo.

BOM DESPACHO, 17 DE SETEMBRO DE 2004, ÀS 20h00.
João Batista Silva
Enviado por João Batista Silva em 28/09/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras