João Batista Silva
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

O Vinho Não é Desculpa
O vinho não é desculpa.
É paixão!
É vontade e emoção.
Carinho e solução...

Foi defender sua taça,
E caiu na confusão,
Indispondo com o copo,
Envolveram-se em discussão.

O vinho disse ao copo:
- Muita calma, meu irmão!
O copo muito contente,
- Ninguém dança comigo.
Fiquei sozinho na mesa,
Rejeitado e excluído.

De você taça de cristal,
Eu quero me aproximar,
Dançar a noite inteira...
Até o dia clarear!

A taça se desculpou,
Pediu licença foi saindo...
- Eu não posso compartilhar
Com excesso de bebidas.
Prefiro ser alegria,
Ao azar, eu não diria.

- Muito bem sua espertinha,
O que devo-lhe adiantar,
Para exceder na bebida,
Não importa onde vai tomar...

Seja na taça ou no copo,
O excesso poderá embriagar-lhe...
Se embriagando, é difícil
se controlar.

A taça nos seus sorrisos,
Foi logo se disfarçando,
- Eu já estou de saída,
O dia já está clareando.

(Poesia inserida ao texto A Taça de Vinho, do livro As Aventuras de Uma Paixão.)
João Batista Silva
Enviado por João Batista Silva em 20/12/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras