João Batista Silva
CapaCapa
TextosTextos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Meu Pecado

Se for pecado, meu fardo está pesado.
Não tem jeito, é um contexto.
Esse é o caminho perfeito,
Namorar não é crime,
É minha sina.
Gosto da pretinha, é uma gatinha.
 
Linda menina, encantadora.
Da moreninha, fiquei amigo,
É carinhosa, muito charmosa.
A branquinha, é uma gracinha
Bem diferente...
“Chora de menos, ri demais.”

Sua altura mediana
Ajuda na fama que já deixou
Ao cair da tarde, lugar sombrio,
Calor e frio.
De desejo, continuar.
A pretinha é carinhosa,
 
É bonita e formosa.
A moreninha, dança e canta.
A branquinha é uma figurinha.
Com todas, eu já dancei,
No momento de decisão,
Dividirei meu coração.
22 de abril de 2014, às 23h.

 
João Batista Silva
Enviado por João Batista Silva em 30/10/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Poema retirado do livro Uma Índia no Mundo da Cultura, à página 30, da autoria de João Batista Silva.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras